LABORATÓRIO DE PROTEÔMICA

SOBRE

O LABPROT é dedicado à aplicação e ao desenvolvimento de metodologias na área de proteômica e espectrometria de massas, atuando no controle de dopagem, prospecção de biomarcadores, quantificação de proteínas e caracterização de modificações pós-traducionais. Possui equipamentos de última geração e uma equipe com vasta experiência em proteômica desenvolvendo e implementando as técnicas mais modernas desta área.

Prospecção de Biomoléculas

Uso de técnicas proteômicas estado-da-arte para identificar biomoléculas que apresentam interesse biotecnológico.

Novas Metodologias

Desenvolvimento de métodos para a identificação e quantificação de proteínas e peptídeos por cromatografia líquida e espectrometria de massas e no fracionamento destas moléculas.

Modificações Pós-Traducionais

Desenvolvimento de técnicas proteômicas estado-da-arte para detecção e quantificação de modificações pós-traducionais.

Determinação da Massa

Determinar a massa exata de proteínas e peptídeos por espectrometria de massa de alta resolução.

Análises Bottom-Up, Middle- & Top-Down

Análise de proteínas e peptídeos intactos obtidos a partir de amostras complexas ou por digestão enzimática em solução e em gel.

Bioinformática

Uso de softwares para identificação e quantificação de proteínas, determinação de vias funcionais e obtenção de redes de interações proteína-proteína (conectoma).

GALERIA

Todas as ômicas em um mesmo lugar.
Conheça o NEMO e turbine sua pesquisa.

Coordenação

Fábio César Sousa Nogueira

Possui bacharelado e licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Possui mestrado em Bioquímica pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular, e doutorado em Bioquímica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Instituto de Química (IQ), Departamento de Bioquímica, com doutorado sanduíche na University of Southern Denmark, Department of Biochemistry and Molecular Biology, Protein Research Group. Fez pós-doutorado no Departamento de Bioquímica, IQ, UFRJ, onde atuou também como professor visitante. É membro fundador da Sociedade Brasileira de Proteômica (BrProt), onde atua como tesoureiro de 2018 a 2020 e atuou entre os anos de 2012 a 2014. Atualmente é professor adjunto do Departamento de Bioquímica, IQ, UFRJ. É membro da Unidade Proteômica (IQ/UFRJ), do Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (LBCD) e do Laboratório de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico (LADETEC). Tem experiência na área de Bioquímica, com ênfase em Proteômica e Proteômica de Plantas, atuando principalmente nos seguintes temas: espectrometria de massa, cromatografia líquida, eletroforese uni e bidimensional de proteínas, modificações pós-traducionais (glicosilação, fosforilação e acetilação) e proteômica quantitativa (label-free e labeldependent). Também possui experiência na análise de peptídeos e proteínas usados na dopagem por LC e nanoLC acoplado ao espectrômetro de massa. Atuou na preparação do LBCD para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio2016 e participou das análises durante os jogos.