LABORATÓRIO DE BIOLOGIA MOLECULAR
E PROTEÔMICA DO SANGUE

SOBRE

O LABMOPS é um laboratório de pesquisa que utiliza estratégias “ômicas” na identificação de biomarcadores em fluidos biológicos. O laboratório oferece um conceito inovador em biologia molecular unificando os dados de sequências com níveis de expressão e função dos genes analisados utilizando os equipamentos com as melhores tecnologias do mercado.

GALERIA

Todas as ômicas em um mesmo lugar.
Conheça o NEMO e turbine sua pesquisa.

Coordenação

Luciana Pizzatti Barboza

Formada em Ciências Biológicas, com bacharelado em Genética, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Possui Doutorado e Pós-Doutorado pelo Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Pós-Doutorado pelo Instituto Nacional do Câncer. Experiência na área de Genômica, Proteômica e Metabolômica do Câncer, com ênfase em Biologia Celular e Molecular da Medula Óssea aplicada à Onco-Hematologia, atuando principalmente nas seguintes linhas de pesquisa: Identificação de biomarcadores circulantes em biofluidos, exossomos e sangue por Proteômica Quantitativa Label-Free e Metabolômica; Mecanismos de Resistência a drogas, em Leucemia Mielóide Crônica e Doenças Neurodegenerativas. Atualmente é Professora Adjunta do Instituto de Química (IQ), Departamento de Bioquímica da Universidade Federal do Rio de Janeiro, membro permanente do Programa de Pós-graduação em Bioquímica (CAPES 6) do Instituto de Química e do Programa de Pós-Graduação em Clínica Médica da Faculdade de Medicina (CAPES 7) da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Coordenadora e pesquisadora responsável pelo Laboratório de Biologia Molecular e Proteômica do Sangue (LABMOPS) e pela área de Análise Hematológica, Biologia Molecular e Doping Genético do Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (LBCD) do Instituto de Química da UFRJ. Atuou nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 como responsável pela área hematológica e biologia molecular.